Você está aqui
Home > Energia Limpa > Inversão de Fluxo: ANEEL apura recusas de conexão GD em distribuidoras

Inversão de Fluxo: ANEEL apura recusas de conexão GD em distribuidoras

Inversão de Fluxo: ANEEL apura recusas de conexão GD em distribuidoras
Publicidade

A inversão de fluxo de potência tem sido uma preocupação crescente para muitos instaladores, desencadeando debates e até mesmo impedindo a conexão de projetos à rede. 

A inversão de fluxo de potência ocorre quando a quantidade de energia gerada por um sistema excede a demanda da unidade consumidora. Nesse caso, o excedente de energia é devolvido à rede da concessionária local. Esse fenômeno pode causar sobrecargas na rede, desequilíbrio de tensão e interrupções no fornecimento de energia.

Vale destacar que a inversão de fluxo tratada pelas distribuidoras deve acontecer no posto de transformação ou no disjuntor alimentador.

Caso isso ocorra, o recomendado é requerer à distribuidora os estudos pertinentes. Se não houver atendimento a essa solicitação, o consumidor tem o direito de registrar uma queixa junto à ouvidoria da concessionária. Se mesmo assim o problema continuar sem solução, é possível formalizar uma reclamação diretamente à ANEEL. É crucial que, se o problema persistir, seja buscado acompanhamento jurídico adequado.

“Quando a gente regulamentou a [Lei] 14.300 na [Resolução Normativa] 1059, um dos pontos que deveria ser analisado é se há ou não inversão de fluxo potência. Aí a gente chegou a conclusão que tem inversão de fluxo. A inversão de fluxo de potência é um problema físico. A questão é que aquele solicitante da conexão não consegue ter a informação exata, o estudo exato, para eventualmente fazer uma contra-prova. Na verdade, a distribuidora tem que fazer o estudo,”

explicou Fernando Mosna, diretor da Aneel, durante evento da Absolar.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), tem feito fiscalizações juntos as concessionárias que são acusadas por micro e minigeradores de dificultar o acesso à rede, alegando inversão de fluxo de potência. As cinco distribuidoras – Neoenergia Coelba (BA), Cemig (MG), CPFL Paulista (SP), Elektro (SP) e RGE (RS) – tiveram o maior número de reclamações relacionadas ao tema, em enquete realizada pela Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR) com seus associados.

Atenção especial à rede elétrica no verão
Foto: Arquivo / Freepik

Creditos: https://www.canalenergia.com.br/noticias/53273883/fiscalizacao-em-distribuidoras-apura-recusa-de-conexao-de-gd

Quer saber quanto custa instalar seu
Sistema Solar?

Vamos precisar coletar algumas informações básicas, preencha os dados abaixo para nossos Epecialistas dimensionar sua Usina Solar sem compromisso com economia de até 95%.
“Sem compromisso, totalmente GRATUITO”


O post Inversão de Fluxo: ANEEL apura recusas de conexão GD em distribuidoras apareceu primeiro em Portal Energia Limpa.

Deixe um comentário

Top