Você está aqui
Home > Política > Medida Provisória de Lula quer reduzir conta de luz! Entenda medida

Medida Provisória de Lula quer reduzir conta de luz! Entenda medida

O governo federal assinou na tarde desta terça-feira (9) uma medida provisória (MP) com o objetivo de reduzir as tarifas de energia elétrica no país.

Fontes indicam que no curto prazo tarifa vai cair, mas pressão sobre a conta de luz deve permanecer para o futuro. Segundo Alexandre Silveira, ministro de Minas e Energia (MME), o pacote, que está dividido em três pilares, vai reduzir a conta de luz entre 3,5% e 5%.

O pilar mais relevante da medida deve autorizar o governo a adiantar cerca de R$ 26 bilhões em recebíveis da Eletrobras e aplicar este dinheiro para diminuir a tarifa de energia.

Na prática, esses recursos serão usados para quitar dois empréstimos que hoje pesam sobre os consumidores de energia: a Conta Covid e a Conta Escassez Hídrica.

A Conta Covid foi uma operação de R$ 16 bilhões, tomada em junho de 2020 (auge da pandemia), com prazo de 60 meses para pagamento. Em vez de elevar tarifas para compensar as distribuidoras pela perda da demanda, o governo fez um empréstimo para diluir esse impacto ao longo dos anos seguintes.

A Conta Escassez Hídrica foi outro empréstimo, no valor de R$ 5,3 bilhões e com prazo de 54 meses para pagamento, em março de 2022. Naquele momento, o país vinha da pior seca em nove décadas.

De acordo com uma fonte graduada ouvida pela CNN, a medida não é estrutural, mas fatalmente terá impacto financeiro e vai reduzir a conta de luz no curto prazo.

O cálculo é simples: as contas Covid e Escassez Hídrica são rateadas pelo consumidor, ao quitá-las, não é mais necessário o pagamento na conta de luz.

Um segundo pilar deve permitir ao governo utilizar fundos regionais da Eletrobras para reduzir as tarifas em estados com preços descontrolados. Esse é o caso do Amapá, onde a Equatorial Energia propôs aumento de 34% e viu o reajuste ser suspenso pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) até a publicação da MP.

Linhas de transmissão de energia da hidrelétrica de Guri na Venezuela
26/02/2010REUTERS/Jorge Silva

Acontece que a lei de privatização da Eletrobras criou a obrigação de, por 10 anos, serem mantidos fundos regionais para programas de revitalização dos recursos hídricos das bacias dos rios São Francisco e Parnaíba e áreas dos reservatórios da usina de Furnas. A fonte vê com bons olhos a medida e diz que haverá alívio às contas.

Para a fonte, o impacto estrutural — e negativo — está no terceiro pilar, que vai estender prazos para projetos de eólicas e solar, que contam com subsídios e são rateados pelos consumidores na conta de luz.

O técnico diz que a medida vai manter a pressão sobre as tarifas para o futuro e a classifica como “desastrosa”.

Ao apresentar a medida, a gestão federal defendeu que essa última medida vai destravar uma série de empreendimentos, fomentar R$ 165 bilhões em investimentos e gerar centenas de milhares de empregos. Os custos serão compensados pelas reduções tarifarias até 2026, prometeu.

CDE e conta de luz

A medida provisória não leva solução estrutural à Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), cujo valor saltou de R$ 16,2 bilhões em 2019 para R$ 37,1 bilhões em 2024 — aumento de 129%.

A questão é que a CDE é rateada por todos os consumidores brasileiros e pesa nas tarifas de energia.

A CDE é um “superfundo” que banca todo tipo de subsídio no setor elétrico: tarifa social para quem faz parte do Cadastro Único, recursos do programa Luz para Todos, descontos para a compra de carvão por usinas térmicas, subvenções para usinas eólicas e solares.

Do total previsto para 2024, R$ 32,7 bilhões serão considerados como encargos nas tarifas dos consumidores cativos, aqueles que consomem energia através das distribuidoras.

A avaliação de especialistas e de quadros do governo federal é de que a explosão no número se deve principalmente a incentivos à geração de energia renovável, como solar e eólica, no país. Mas há debate sobre se estes empreendimentos, que já ganharam escala, ainda necessitam destes subsídios.

Fonte: CNNBRASIL | Economia

Energia Solar sem Custos e Obras

Quer começar a
economizar agora?

Insira seus dados abaixo que a nossa equipe entra em contato e cuida do restante.


O post Medida Provisória de Lula quer reduzir conta de luz! Entenda medida apareceu primeiro em Portal Energia Limpa.

Deixe um comentário

Top