Você está aqui
Home > Política > MME aborda com Entidades estratégias para fomentar setor energético

MME aborda com Entidades estratégias para fomentar setor energético

Governo se encontrou com 24 entidades do setor energético para tratar sobre desafios e políticas públicas

MME (Ministério de Minas e Energia) promoveu diálogo com 24 associações do setor energético, entre 12 de março e 2 de abril, para falar sobre os desafios e formação de políticas públicas para o setor

As entidades se reuniram com o ministro Alexandre Silveira, com o secretário-executivo, Arthur Cerqueira, representantes da Secretaria Nacional de Energia Elétrica, da Secretaria Nacional de Planejamento e Transição Energética, além da Consultoria Jurídica (Conjur).

Estamos estreitando o diálogo e entendendo as posições dos representantes sobre assuntos tratados pelas empresas do setor. Foram contribuições importantes, que serão levadas em consideração na formulação de políticas públicas”,

apontou Cerqueira.

Rodrigo Sauaia, presidente-executivo da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), disse que trataram sobre diversos temas, dentre eles a geração distribuída (resolução CNPE, REIDI e debêntures incentivadas), geração centralizada (abertura do ACL, constrained-off, autoprodução e acesso à conexão), armazenamento de energia elétrica (leilão de reserva de capacidade, leilão de sistemas isolados, carga tributária) e hidrogênio verde (medidas para criação de demanda nacional por H2V, incentivos e carga tributária). 

Sobre a construção de políticas públicas para o setor, Sauaia foi enfático em avaliar sua importância: “Os principais ganhos que o Brasil poderá colher com um crescimento maior da fonte solar, armazenamento e hidrogênio verde são: maior atração de investimentos internacionais e nacionais e geração de empregos verdes locais, com salários acima da média nacional e espalhados em todos os estados do Brasil.

As entidades se reuniram com o ministro Alexandre Silveira
Foto:Tauan Alencar/MME/Reprodução

Além disso, destacou a abertura de novos segmentos de mercado e modelos de negócios; redução de emissões de gases de efeito estufa no Brasil; maior diversificação da matriz elétrica; aumento da resiliência e autonomia elétrica dos centros de carga (cidades mais preparadas para enfrentar as mudanças climáticas) e dos consumidores.

Já Markus Vlasits, presidente da ABSAE (Associação Brasileira de Soluções de Armazenamento de Energia), enfatizou sobre a sinergia entre sistemas de armazenamento autônomos e aqueles integrados a fontes de energia renováveis, como eólica e solar. De acordo com ele, a reunião foi um marco por discutir o papel do armazenamento de energia para o futuro do país.

“Este encontro não apenas abriu caminho para a inclusão das BESS no leilão de reserva de capacidade, atualmente em fase de consulta pública, mas também destacou o compromisso da ABSAE em contribuir ativamente para esse processo”, disse. 

“A integração das BESS neste leilão é fundamental para o avanço da agenda de transição energética do país, representando mais um passo na direção de soluções ambientalmente responsáveis no setor elétrico. Ao promover essa discussão, o Brasil se posiciona na vanguarda do desenvolvimento de tecnologias verdes e sustentáveis, consolidando sua liderança no cenário energético internacional”,

concluiu Vlasits.

Fonte: Canal Solar – https://canalsolar.com.br/entidades-e-mme-debatem-estrategias-para-fomentar-setor-energetico/


Energia Solar sem Custos e Obras

Quer começar a
economizar agora?

Insira seus dados abaixo que a nossa equipe entra em contato e cuida do restante.


O post MME aborda com Entidades estratégias para fomentar setor energético apareceu primeiro em Portal Energia Limpa.

Deixe um comentário

Top